Quem são seus companheiros?

livros-ziraldo.JPG

Livros do Ziraldo

Eu sei quem são os meus!!!

Eu acho tão divertido,  mas tão divertido. A classe média brasileira tem escolhido seus mestres, ídolos, gurus…Até aí tudo bem!!! Todo o mundo tem os seus! Mas vamos ver quem os “cidadãos de bem, pagadores de impostos” têm colocado no seu roll de companheiros:

1. Miriam Leitão, ou, como eu chamo, Senhora Catástrofe: ela se esmera!!! Tá cada vez pior, só faz previsões econômicas funestas, que não se confirmam nunca. A mulher não acerta. Se o critério da Globo pra manter alguém na empresa fosse a eficiência, ela deveria ter saído faz tempo. A última previsão foi “terra arrasada” no Brasil, com a crise imobiliária nos EUA. De tão mal que ela se deu nessa, teve que sair de férias.

2. Diogo Mainardi: o colunista da Veja agride deus e todo o mundo. Não prova o que fala. A torcida do Flamengo tá processando ele. Pelo menos vai ficar pobre de tanto pagar dano moral.

3. Casal Bonner: sem comentários. Tudo o que sai da boca deles é verdade. A classe média prefere dizer procura informações em outros veículos de comunicação. Afinal, tem TV a cabo. No fim das contas engolem o vômito do casal Bonner e arrotam cultura no dia seguinte.

4. Nascimento: o mais novo ídolo, retirado das telas do cinema. O justiceiro do BOPE – Batalhão de Operações Policiais Especiais – que não é corrupto, mas tortura inocentes na favela! Ah, na favela a tortura é liberada??? Porquê??? Quem consome a droga que financia o tráfico??? O Nascimento sabe bem quem consome! Mas com a classe média ele não se mete. Descarrega suas frustrações nos pobres. Deve ser por isso que o público, que pode pagar por uma entrada no cinema, tem aplaudido o policial.

Esses são apenas alguns dos exemplares modelos da classe média brasileira.

Não é o meu caso: do meu lado estão modelos menos “superstars”. Eu leio o Luís Fernando Veríssimo, o Mino Carta, o Ziraldo (que acabou de dar um depoimento sobre seus “companheiros”, ele disse que Lula é um deles. Um gênio – nas palavras do escritor – e seu grande amigo, que, mesmo tendo levado pessoas erradas para o governo, está fazendo mais do que já se fez pelo país. Criticou quem diz que o governo brasileiro censura a mídia. Disse que essas pessoas não conheceram a ditadura  e que a mídia desrespeita o presidente).

Eles são meus companheiros, e não é mérito meu, apenas. Graças aos meus pais, minhas irmãs e eu temos escutado e lido histórias desses grandes homens, mesmo antes de nascer. Na barriga da minha mãe já escutávamos as histórias escritas por esses mestres. Hoje, procuramos saber de onde vêm as informações que recebemos da mídia.

Descubra o seu lado. Reflita muito sobre os modelos que tem escolhido. E, principalmente, pense no que ensinar para seus filhos e filhas.

Anúncios

~ por laurams em outubro 10, 2007.

8 Respostas to “Quem são seus companheiros?”

  1. Muito bom o post, Ermã – de tabela! 😉
    Mas me diz uma coisa: O Nascimento a quem voce se refere é o jornalista ou tem algo a ver com o Tropa de Elite? hahaha
    xero

  2. Jú, é o do filme!! O cara virou ícone da classe média, o problema é que ele odeia universitário maconheiro!!
    heheheheh
    Bjosss

  3. fico até sem jeito pra comentar… pior é ver que a “classe média de esquerda” pensa exatamente igual a ti… pra essa esquerda eu não volto mais…

  4. missão para você no meu blog, moça!
    http://releitura.wordpress.com/2007/10/18/meme-da-pagina-161/

    os meus ídolos são anônimos. algum problema? hehehe.
    beijo

  5. claro que não, contando que resguardem “algum” caráter e generosidade!!

  6. Laura, sua ressalva quanto ao Mainardi é apenas questão de falta de provas do que ele afirma?
    E considero irrelevantes as preferências da classe média para analisar o país.

  7. Minhas ressalvas quanto ao Mainardi são inúmeras!!! Eu nem posso contar nos dedos. Ele é agressivo, irresponsável – e eu ainda dou muito valor à necessidade de se provar acusações – só isso já me serve.
    Bom Rafael, eu considero, não sem grande pesar, que as escolhas da classe média são pertinentes para uma análise dos rumos que esse país toma. Apesar de ter diminuído em tamanho, a classe média tem vóz, principalmente através da mídia. É uma via de mão dupla, a classe média compra os produtos que a mídia veicula, a mídia repete e perpetua as idéias superficiais e medíocres dessa classe e, depois, o que fazemos é engolir isso tudo de novo. As escolhas da classe média são muito relevantes sim, ela tem poder para cobrar mudanças nesse país, mas, ao invés de fazê-lo para que deve pagar – as classes mais abastadas – cobra que o pobre, que passa fome, não roube, cobra que o sem-terra fique vagando pelo país sem poder trabalhar, cobra dos traficantes, uma ética e bondade que nunca conheceram, e acha o máximo que um representante do Estado, como o capitão do Bope, torture pessoas, com a rubrica dos governantes.
    Como diria um jornalista que eu conheço: “é por isso que as elites e a classe média da Alemanha, da Dinamarca, Suécia, etc. estão rindo das elites e da classe média brasileira, com seu plano para afundar o Brasil.

    Obrigada pela visita, volte sempre.

  8. a Thiago, que pena que ficaste sem jeito, queria tanto saber da tua opinião!!! Eu não me importo com o rótulo que as pessoas possam me colocar, esquerda, idealista, maluca, etc… O que eu sei é que eu estudo pra entender porque existe tanta falta de respeito com o ser humano, tanta imoralidade por parte de pessoas que têm obrigação de lutar pelo bem estar dos outros. Como eu não sei o que pensas sobre isso, já que te deixei sem jeito, fica difícil respoder. Só uma coisa, não tem nada a ver com esquerda ou direita, mas com um plano, um projeto de Estado, um plano humanista, que respeite a pluralidade e que tenha compromisso com idéias. De resto, eu sei que é tudo balela e corrupção.
    Mas, Thiago, o que eu posso fazer se não engulo gente que quer corroer as estruturas de um Estado, se não suporto pessoas que não conseguem ver que a desigualdade social causa a violência – elas até sabem disso – mas para assumirem publicamente teriam que abrir mão dos privilégios. Qual é a solução para uma pessoa que pensa tudo isso e não consegue ficar de boca calada??? Nenhuma!!! Por isso eu falo as coisas, e escuto respostas “bem dadas”!!! Problema nenhum, mas nehuma delas conseguiu me mostrar que estava certa!! Deve ser pq eu deixo as pessoas sem jeito!
    Obrigada pela visita, volte sempre!!!

    Ps: desculpa se nem sempre posso te agradar, mas eu tô acostumada, quase nunca agrado ninguém!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: